Porque março é o mês da mulher, reuni alguns conteúdos bem legais feitos por mulheres ou sobre mulheres que eu sempre revejo:

1
O poema Phenomenal Woman, da Maya Angelou, ilustrado pelo Zen Pencils.

2
Os poemas The Type e If I should have a daughter, da Sarah Kay (spoken word poetry at its best!).

3
Sempre gosto de reler nesse dia um pouco das mulheres incríveis da Bíblia. Além de Rute e Ester, que tem um livro só para elas, gosto muito de Maalá, Noa, Hogla, Milca, e Tirza (as irmãs que conquistaram o direito de herdeiras do nome da família, por não terem um irmão), Maria, Isabel, Débora, Raabe e Ana.

4
Bons livros clássicos sobre mulheres, escritos por mulheres. Little Women (o título mais comum em português é Mulherzinhas, mas já vi como Quatro Irmãs também), da Louisa May Alcott, que, assim como minha rainha Jane Austen, foi uma mulher à frente do seu tempo, é muito bom, e valoriza mulheres de diferentes perfis, mostrando o relacionamento entre uma mãe e suas quatro filhas durante a Guerra Civil Americana.
Da Jane Austen tenho que indicar todos os livros! Quem me conhece sabe que sou fã dela e quem lê seus livros sabe que as mulheres que ela escreve são incríveis, e, embora ela vivesse em um mundo em que jamais imaginaria mulheres vivendo como vivemos hoje, já colocava nas histórias de suas heroínas o prenúncio da luta por vários direitos que temos agora. O livro mais legal dela para começar é Emma (mas tudo bem se você começar por Orgulho e Preconceito).

5
Rainbow Rowell e suas mulheres tão reais que parece que ela conhece você e todo mundo que você conhece. E faz listas no Spotify para os livros, um amorzinho!

6
Cantoras! Compositoras! Por onde começar? Se formos para os clássicos, Chiquinha Gonzaga tem que ser lembrada. Gosto especialmente de Lua Branca. Sara Bareilles, só ouve tudo! Indico aqui Bright Lights and Cityscapes, Uncharted e King of Anything e o álbum The Blessed Unrest pra começar a gostar dela. E ela escreveu um musical da Broadway, Waitress, MARAVILHOSO. Jeanne Mascarenhas cantando o hino A Cidade Santa é um clássico da minha infância. Blessings, da Laura Story. Who You Are, da Jessie J. Fiz uma playlist no Spotify com as minhas preferidas, porque faltam muitas nessa lista!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s